EPIDEMIOLOGIA DA MIÍASE CUTÂNEA: REVISÃO DA LITERATURA

Anderson Sena Barnabé, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz, Francisco Sandro Menezes Rodrigues, Paolo Ruggero Errante

Resumo


A miíase é uma zoordematose que pode atingir qualquer tecido, tanto em humanos comoem animais. Suaprincipal característica é a presença de uma grande quantidade de larvas no local infectado, podendo causar lesões graves e, em alguns casos, levando a morte do indivíduo. No Brasil, a maior incidência de miíase ocorre em locais com precárias condições de higiene e falta de saneamento básico, afetando principalmente crianças, doentes e idosos, sendo esta condição clínica considerada um problema de saúde pública, exigindo maior atenção dos agentes da saúde e do governo.


Palavras-chave


Miíase; Larvas; Moscas; Saúde Pública; Gestão em Saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Melo RE, Albuquerque VCM, Pinto SM. Myiasis humans. An . Fac. Odont. Univ. Pernambuco. 2000;10(1):73-9.

Rey L. Parasitologia parasitos e doenças parasitárias do homem nas Américas e na África. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2001.

Passos SB, Carvalho AVV, Silva ARL, et al. Miíase vulvar. DST J Bras. Doenças Sex. Transm. 1997;9:9-11.

Luciente J, Clavel A, Ferrer-Dufol M, Valles H, Peribanez MA, Gracia-Salina MJ, et al. Short report one case nasal human myiasis caused by third stage instar larvae os Oestrus ovis. Am J Trop Med Hyg. 1997;56:608-9.

Fares NH, Melo DV, Stucchi N, Carvalhosa AA, Castro PHS, Siqueira CRB. Miíase em paciente com 10 anos de idade: Relato de caso clínico e revisão de literatura. Rev. de Clín. Pesq. Odontol. 2005;1(4):49-54

Neves DP. Parasitologia Humana. Rio de Janeiro: Atheneu; 1988.

Guimarães JH, Papavero N. Myiases in Men and Animals in the Neotropical Region. São Paulo: Plêiade, 1999.

White GB. Myiasis. In: Cook GC (ed) Manson’s Tropical Diseases, 20th edition. Oxford: Saunders, 1996.

Marquez AT, Mattos MS, Nascimento SB. Miíases associadas com alguns fatores sócio - econômicos em cinco áreas urbanas do Estado do Rio de Janeiro. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. 2007;40(2):175-80.

Ribeiro FAQ, Pereira CSB, Alves A, Marcon MA. Tratamento de miíase humana cavitária com ivermectina oral. Rev. Bras. Otorrinolaringol. 2001;67 (6):755-61.

Hope FW. On insects and their larvae occasionally found in the human body. Trans Entomol Soc London. 1940;2:256-71.

Martinez CAR, Romani G, Priolli DG, Campos AA, Carneiro VPP, Dalbem CAG. Miíase vulvar: relato de caso. Rev Bras Ginecol Obstet. 2003;25(4):291-4.

Lau HD. Doenças em búfalos no Brasil. Brasília: Embrapa–SPI, 1999;202.

Bellato V, Paloschi CG, Souza AP, Ramos C.I, Sartor, A. Variação sazonal das larvas da mosca-do-berne em bovinos no Planalto Catarinense. Florianópolis: EMPASC, 1986; 7.

Goodman RL, Montalvo MA, Reed JB, Scribbick FW, Mchugh CP, Beatty RL, et al. Photo essay: anterior orbital myiasis caused by human botfly (Dermatobia hominis). Arch Ophthalmol. 2000;118(7):1002-3.

Pasqualette HAP, Pereira PMS, Calás MJG, Santos RCR, Manoel VR. Miíase mamária. Relato de 2 casos. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. 1999;21(8):483- 6.

Saraiva VS, Amaro MH, Junior RB, Junior MNB. A case of anterior internal ophthalmomyiasis: case report. Arq. Bras. Oftalmol. 2006;69(5):741-3.

Felices RR, Ogbureke KUE. Oral myiasis report of case and review of management. J Oral Maxillofac Surg. 2006;54:219-20.

Marzola C, Capelari MM, Toledo JLF, Azenha MR, Pereira LC. Miíase da cavidade bucal relato de dois casos. Disponível em: http://www.actiradentes.com.br/revista/2007/2007_rev 12_trab2php. Acesso em: 02/03/2016.

Dallwitz M J, Paine TA, Zurcher E J. Principles of interactive keys. Disponível em: http://delta-intkey.com. Acesso em: (12/05/2016).

Schreiber M, Schuckmell N, Sampsel J. Human myiasis. J Am Med Assoc. 1964;188:128-29.

Durighetto Jr AF, Machado MI, Favoreto Jr S, Magalhães AO. Miíases orais: aspectos clinico-laboratoriais de um caso humano. Ver Odontol Bras Cent. 1995;5:19-22.

Nogueira AS, Leles JRL, Araújo LMA, Lemes RS. Miíase humana associada a carcinoma epidermóide de lábio inferior. J Bras Med. 2000;79 :66-70.

Sherman RA. Wound myiasis in urban and suburban United States. Archiv Int Med. 2000;160:2004-14.

Garcia SH, Visciarelli EC, Mena F, Gabbarini M, Perez S, Lucchi L, et al. Un caso de miiasis humana por Cochliomyia hominivorax (Coquerel, 1858) (Diptera, Calliphoridae) en Bahía Blanca, Argentina. Entomol Vect. 2002;9: 591-97.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Anderson Sena Barnabé, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz, Francisco Sandro Menezes Rodrigues, Paolo Ruggero Errante

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexadores: Sumários.org | Diadorim | REDIB | LATINDEX