A PROSPECÇÃO DA NANOTECNOLOGIA COSMÉTICA NO SETOR DA ESTÉTICA E SUAS PRINCIPAIS NANOESTRUTURAS

Bianca Cestari Zychar, V. Y. Kataoka, C. Audi

Resumo


Na última década, houve ascensão no desenvolvimento da ciência e tecnologia em benefício da beleza, introduzindo um amplo cenário da industria estética, ainda com a introdução de nova geração de cosméticos tecnológicos, com maior afinidade a membrana plasmática, aumentando a eficácia das formulações e proporcionando resultados satisfatórios quanto as atividades nas camadas mais profundas da pele. Neste período também, diversos fatores levou o Brasil a um progresso na indústria cosmética mundial, promovendo uma grande mudança do perfil do consumidor, que tornou-se cada vez mais seletivo. A nanotecnologia tem sido uma aliada poderosa adotada no desenvolvimento de cosméticos para torna-las cada vez mais eficazes e com real funcionalidade, uma vez que apresenta liberação gradativa de ativos nanométricos tanto nas células superficiais da epiderme, quanto nas camadas mais profundas da derme. Isso é devido as diversas estruturas nanotecnológicas desenvolvidas com diferentes funcionalidades, em que buscamos relatar as principais características de cada estrutura e esclarecer a relação dessas nanoestruturas e seus princípios ativos como carreador dos mesmos na permeação cutânea. Assim,foi realizada revisão da literatura, com artigos completos, sem limite temporal, priorizando-se estudos dos últimos 6 anos, visando aprimorar os conhecimentos das diversas estruturas nanotecnológicas já conhecidas na melhora da absorção cutânea de ativos em diversas terapias para disfunções estéticas.


Palavras-chave


absorção cutânea; cosméticos; estética e nanotecnologia.

Texto completo:

PDF

Referências


Kede MPV, Serra A, Cezimbra M. Guia de beleza e juventude: A arte de se cuidar e de elevar a autoestima, 2ª edição revista e atualizada, Rio de Janeiro, Editora Senac, 2010.

Costa A. Tratado Internacional de Cosmecêuticos, Rio de Janeiro, Ed. Guanabara Koogan, 2012.

3. Kede MPV, Sabatovich O. Dermatologia estética, 2ª edição revista e ampliada, São Paulo: Editora Atheneu, 2009.

Vaz DP, Oliveira AL, Perez E, et al. Curso didático de estética: volume 1/ organização Ligia Marini Lacrimanti, Maria Goreti de Vasconcelos, Érika Perez. - 2. Ed. - São Caetano do Sul, SP: Yendis, 2014.

Martini F, Timmons M, Tallitsch, R. Anatomia Humana - Editora Artmed, Porto Alegre, 6.ed., 2009.

Peyrefitte G, Chivot M, Martini M. Estética - cosmética: cosmetologia, biologia geral, biologia da pele, Cap. 1, p.[7] - 178; São Paulo: Organização Andrei, 1998.

Applegate EJ. Anatomia e Fisiologia - tradução autorizada do inglês da 4ª edição publicada por Saunders, Editora Elsevier, Rio de Janeiro, 2012.

Dantas AS. Estrutura, propriedade e envelhecimento. 2° Ed. Revista Atualizada, 2009.

Guirro E, Guirro R. Fisioterapia Dermato-funcional - 3ª edição revisada e ampliada, Barueri/ SP, Ed. Manole, 2004.

Luca C, Pires MCCL, Corazza S, Higuchi CT. A Atuação da cosmetologia genética sobre os tratamentos antienvelhecimento imprevista de Saúde, meio ambiente e sustentabilidade. 2013, 8(2).

Polla APA. Penetration of cosmetics into ant through the stratum corneum, alchimie forever, The Polla Beauty Group, Whashington, DC USA, 128(2), February 2013.

Magdassi S. Delivery systems in cosmetics. Colloids and Surfaces. 1997,123-124, 671-679.

Gratieri T, Gelfuso GM, Lopez RF.Princípios básicos e aplicação da iontoforese na penetração cutânea de fármacos; Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Av. do Café, s/n, 14040-903 Ribeirão Preto- SP, Brasil Química Nova.2008, 31(6), 1490-8.

Daudt RM, Emanuelli J, kulkamp-guerreiro IC, Pohlmann AR, Guterres SS. Nano cápsulas como estratégia para o desenvolvimento de cosméticos, Cienc. Cult. 2013, 65(3).

Gomes RK, Damazio MG. Cosmetologia descomplicando os princípios ativos. 2. ed., São Paulo, Editora Médica Paulista, 2006 .

Schaltz C, Santos JV, Guterres SS. Nanocapsulas como uma tendência promissora na área cosmética: a imensa potencialidade deste pequeno grande recurso - Revista Infarma. 2005, 1(13-14).

Papakosta D, Rancan F, Sterry W, Blume-peytavi U, Vogt A.- Nanoparticles in dermatology - Springer-Verlag 2011

Nunes DM. Na indústria do átomo a beleza é inteligente, enquanto questões de governança são nanoestruturadas; universidade federal de santa catarina centro de filosofia e ciências humanas, Florianópolis/SC Agosto, 2009.

Schmaltz C, Santos V, Guterres SS. Nanocápsulas como uma tendência promissora na área cosmética:a imensa potencialidade deste pequeno grande recurso, Infarma, v.16, no 13-14, 2005.

Silveira G, Tudo o que você precisa saber para ter a pele bonita, firme e saudável, Editora Casa da palavra, 1ª edição, Rio de Janeiro, 2014.

Batistela M, Chorilli M, Leonardi G. Abordagem no estudo do envelhecimento cutâneo em diferentes etnias - Revista Brasileira de Farmácia. 2007, 88(2): 59-62.

Papakosta D,Rancan F, Sterry W, Blueme-Peytavi U, Vogt A. Nanoparticles in dermatology, Springer – Verlag,2011.

Baril MB, Franco GF, Viana RS, Zanin SM W. Nanotecnologia aplicada aos cosméticos, in Visão acadêmica, Curitiba, v.13, n.1, 2012.

Gonçalves JC. Nanotecnologia aplicada a pele, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, 2014.

Alvarez-Román R, Barré G, Guy RH, Fessi H, Biodegradable polymer nanocapsules containing a sunscreen agent: preparation and photoprotection, European Journal of Pharmaceutics and Biopharmaceutics, Volume 52, Issue 2, Pages 191-195, September 2001.

Citernesi U, Sciacchitano M. Phospholipid/active ingredient complexes. Cosm.Toil. 1995, 110(11): 57-68..

Toshimitsua Y, Alexander T. Vesicle (niosome)-in-water-in-oil (v/w/o) emulsions: an in vitro study; Florence International Journal of Phamaceutics. 1994, 108(2,1), 117-123.

Patravale VB, Madawgade SD. Novel cosmetic delivery systems: an application update, International Journal of Cosmetic Science.2008, 30, 19-33.

Kulkarni PR, Yadav JD, Vaidya KA. Liposomes: a novel drug delivery system, Department of Pharmaceutical Sciences, N.D.M.V.P. Samaj's, College of Pharmacy, Gangapur Road, Nasik 422, 002, Maharashtra, India, 2011, 3(2)11.

Chorolli M, Rimério TC, Oliveira AG, Scarpa MV. Efeito de tensoativos na estabilidade de lipossomas unilamelares pequenos, Rev. Bras. Farm.2006, 87 (4): 108 - 111.

Chorilli M, Leonardi GR, Oliveira AG, Scarpa MV. Lipossomas em formulações dermocosméticas, Infarma. 2004, 16(7-8).

Magdassi S. Delivery systems in cosmetics. Colloids and Surfaces. 1997, 123-124,671-9.

Figueiredo KA, Mendes RMB, Carvalhos AL M, Freias RM. Microemulsões como sistemas de liberação de fármacos para a via transdérmica: uma prospecção tecnológica, Revista geintec- issn: 2237-0722. São Cristóvão/SE . 2013, 3(4), 36-46.

Guterres SS. New approaches for skin care Ruy beck: Development of semi-solid cosmetic formulation containing coenzyme Q10-loaded nanocapsule, Ciênc. Cult. 2013, 65(3).

Oliveira AGO, Scarpa MV, Correa MA, Cera FR, Formariz TP.Microemulsões: estrutura e aplicações como sistema de liberação de fármacos, Quim. Nova. 2004, 27(1), 131-8.

Silva NES. Desenvolvimento e caracterização de microemulsões e emulsões gel- like para uso tópico local, Campina Grande, Tese de graduação, 2012.

Fanun M. Reprint of " Properties of microemulsion with mixed noionic surfactants and citrus oil" Colloids and Surfaces; Physicochem, Eng. Aspects, vol. 382, p.226-231, 2011.

Patravale VB, Madawgade SD. Novel cosmetic delivery systems: an application update, International Journal of Cosmetic Science. 2008, 30, 19-33.

Bruxel F,Laux M, Wild LB, Fraga M, Koester LS, Teixeira HF. Nanoemulsões como sistemas de liberação parenteral de fármacos, Quim. Nova, Vol.2012, 35(9), 1827-40.

Paulos ACP. Formulações dermocosméticas: da atualidade aos desafios futuros, Dissertação Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, Lisboa, 2014.

Guaratini T, Medeiros MHG, Colepicolo P. Antioxidantes na manutenção do equilíbrio redox cutâneo: uso e avaliação de sua eficácia; Quim. Nova. 2007,30(1), 206-13.

Schaltz C, Santos JV, Guterres SS. Nanocapsulas como uma tendência promissora na área cosmética: a imensa potencialidade deste pequeno grande recurso - Revista Infarma. 2005, 1, 13-14.

Leonardi G, Chorilli M. Dermofarmácia - Bases dermocosméticas, microemulsões & Lipossomas, São Paulo, Ed. RX, 2008

Baillo V; Lima AC. Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Faculdade de Ciências da Saúde, Curso de Farmácia, 13400-911, Piracicaba, SP, Brasil, Rev. Bras. Farm. 93(3): 271-278, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Bianca Cestari Zychar

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexadores: Sumários.org | Diadorim | REDIB | LATINDEX