Políticas Editoriais

Foco e Escopo

MISSÃO
Divulgar, de forma interdisciplinar, a produção intelectual das áreas relacionadas à saúde e ambiente, contribuindo para o avanço do conhecimento nacional e internacional.

VALORES
Ética e respeito as boas práticas do meio científico;

FOCO
Publicar manuscritos inéditos com base na avaliação por sistema de pares por especialistas da área (revisores ad hoc), com ênfase na interdisciplinaridade tendo como tema geral a saúde e o ambiente. Edições especiais com artigos de conferências e workshops também poderão ser publicados.

PÚBLICO ALVO
A ASA está voltada à pesquisadores, professores, estudantes, consultores e outros profissionais com interesse na área de saúde e ambiente no contexto nacional e internacional.

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Revisão

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Nota Técnica

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Comunicação

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relato de Caso

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resumo Expandido

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resumo

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

PROCESSO DE AVALIAÇÃO PELOS PARES

Os  originas submetidos à ASA que atenderem às normas de submissão serão avaliados por dois avaliadores ad hoc na forma de double blind review.

 

Periodicidade

Volume contínuo anual.

 

Política de Acesso Livre

POLÍTICA DE ACESSO E CUSTOS DE PROCESSAMENTO (APCS)


Este periódico disponibiliza acesso livre “open access” a todo o seu conteúdo, podendo os artigos serem lidos, descarregados, copiados, distribuídos, impressos e/ou pesquisados. Além disso, esta revista não cobra taxas para submissão ou publicação de artigos (article processing charges - APCs) seguindo o princípio de democratização mundial do conhecimento.

 

Sobre a natureza da ASA e nomenclatura preparada pela comissão científica

Na busca da transparência e de boas práticas de publicação, são citados a seguir os conceitos, atribuições e responsabilidades dos principais atores no processo editorial científico da ASA, Conselho Editorial, Comitê Científico, Editor, Revisor e Autor. As normalizações usadas para isso foram adaptadas do manual “Boas Práticas da Publicação científica” (ANPAD, 2010) e do “Código de Boas Práticas Científicas” (FAPESP, 2012).

 

Sobre o Conselho Editorial

O Conselho Editorial é constituído por representantes acadêmicos de diferentes instituições de ensino e pesquisa, nacionais, internacionais e áreas do conhecimento, que asseguram credibilidade científica ao periódico e têm como funções colaborar com os editores na consolidação, divulgação e manutenção da revista. Manifesta-se em assuntos relevantes como a consistência da política editorial e das publicações, sua qualidade e questões éticas pertinentes à gestão editorial. A atuação do Conselho Editorial pode ser individual ou coletiva. Não há envolvimento formal dos membros do Conselho Editorial com a entidade legalmente responsável pela publicação da revista. Cada membro participa nos trabalhos da revista, por meio de uma articulação do Comitê Científico ou do Editor. O Conselho Editorial não supervisiona ou interfere no processo editorial, não tendo qualquer envolvimento com o processo de arbitramento de artigos ou de qualquer fascículo em particular, desta forma, não há inibição ética para que os seus membros submetam artigos para publicação na revista, seguindo os mesmos procedimentos que autores que não são membros deste conselho.

Comissão Científica
Trata-se de um colegiado multi-institucional, composto por especialistas das áreas de conhecimento evidenciadas no periódico e com credibilidade e reconhecimento da comunidade acadêmica. A missão do grupo é procurar assegurar a credibilidade dos procedimentos editoriais adotados e assumir a responsabilidade científica da revista, assegurando o cumprimento das definições gerais da política editorial da revista, normas de publicação, critérios de avaliação, credenciamento de revisores, definição de políticas de circulação e também garantir consistência e qualidade das publicações. A publicação de edições especiais e outras contribuições científicas poderão ser discutidas e definidas por esta instância. Os editores dirigem a Comissão Científica, solicita contribuições de seus membros individuais e convoca reuniões quando pertinente. Qualquer membro poderá justificar a convocação de reuniões extraordinárias e pautar temas de relevância para o desenvolvimento da revista. A comissão poderá sugerir a realização de chamadas especiais para temas de interesse da comunidade de pesquisa, podendo estabelecer fóruns para edições temáticas. A comissão não interfere na operação editorial da ASA, que é de responsabilidade dos editores e sua equipe operacional. Desta forma também os seus membros não estão inibidos eticamente a submeter artigos para publicação na revista

Editores Científicos
São responsáveis pelo estabelecimento da Política Editorial, pela gestão editorial e pela supervisão da Secretaria Editorial, que opera todo o fluxo de trabalho, com auxílio do sistema Open Journal System – OJS (SEER). Os editores tem atuação específica na seleção prévia de artigos encaminhados para a revista e na distribuição dos artigos entre os revisores, que irão avaliá-los. Cabe aos editores dirimir dúvidas ou pareceres díspares quanto à avaliação de artigos pelos revisores, zelando pela distribuição dos artigos publicados em termos institucionais e regionais, entre outras diretrizes de boas práticas editoriais, particularmente a dupla avaliação, garantindo o sigilo dos autores e dos avaliadores. Sua responsabilidade se estende também para bem selecionar os diretórios e os indexadores que bem promovam a revista no meio científico. Adicionalmente, os editores devem ter uma postura ativa nos trabalhos da Comissão Científica e na articulação de ações do Conselho Editorial. Um fluxograma das atividades do processo de editoração científica está explicitado na plataforma OJS, no item de menu “Sobre/Sobre o Sistema de Publicação Eletrônica de Revistas”, sendo os editores responsáveis pelo seu perfeito cumprimento, particularmente os prazos de publicação de cada edição e pelo editorial.

Revisor de artigos
O trabalho de revisão é crítico na construção de uma revista de boa qualidade. É recomendado que o revisor tenha os critérios estabelecidos e atue com discernimento, respeito e de forma construtiva para que o conhecimento científico chegue aos leitores com o máximo de qualidade e excelência. O revisor deve ser capaz de apontar erros, omissões, além de eventuais conflitos de interesse e desvios de ética. Com o objetivo de estimular a transparência e a coesão dos pareceres de acordo com as diretrizes da ASA, seus revisores recebem, ao aceitar a revisão de um artigo, um formulário de avaliação com os principais critérios a serem avaliados. O revisor deve ter sempre uma postura de aceitar uma tarefa para a qual se sinta confortável em termos temáticos, teóricos e de metodologia. Sendo o processo duplamente cego, o revisor tem um papel absolutamente central para o sucesso do processo editorial e da qualidade dos artigos para os quais deve fazer sugestões de melhora consistentes com sua visão sobre a qualidade do produto analisado. É fundamental que os revisores respeitem a confidencialidade necessária ao processo; não usem em hipótese alguma a informação obtida no processo de revisão; declarem ao editor caso haja qualquer conflito de interesse, seja ele real ou potencial, recusando-se a avaliar o trabalho caso sintam-se incapazes de proceder uma revisão justa e imparcial; bem como não sejam influenciados por preconceitos diversos e interesses comerciais. Com o intuito de manter um sistema de publicação eficiente, os revisores são orientados a respeitar os prazos para análise e envio de pareceres estipulados pela ASA. Com base no parecer do revisor, cabe ao editor determinar a aceitação ou rejeição do trabalho e emitir o parecer final ao autor.

 Autor
O autor é o personagem que mais tem relevância em todo o sistema editorial, pois parte dele o conteúdo da revista e seus desdobramentos em termos de qualidade e citações. Sua pesquisa ao ser publicada, conclui um ciclo virtuoso de divulgação. Obviamente o autor deve observar a política editorial e uma amostragem de artigos recentemente publicados para selecionar o periódico para o qual irá enviar seu manuscrito, aumentando assim a probabilidade de aceitação deste para o processo editorial. O autor deve também submeter artigos fruto de pesquisas originais e dentro do escopo da revista, tendo ainda que respeitar o formato gramatical tradicional e as normas para publicação. É uma infração ética submeter um mesmo manuscrito a mais de um periódico ou enviá-lo a um novo periódico sem retirá-lo formalmente de algum outro em que o texto esteja sendo avaliado. Na mesma direção é considerado uma falta grave fazer auto-plágio, isto é, replicar o mesmo artigo em fatias diferenciadas, mas com conteúdos muito próximos. Após o processo de revisão, é justo que o autor absorva os comentários construtivos do processo de revisão e caso não concorde, parcial ou integralmente, deve envidar esforços para justificar sua postura. Em caso de rejeição, o autor deve se sentir estimulado a prosseguir no seu trabalho, visando uma nova submissão nesta ou em outra revista.

Editores

  • Jefferson Russo Victor (Centro Universitário Faculdades Metropolitanas Unidas – São Paulo)
  • Gabrielle J. Kölling (Centro Universitário Faculdades Metropolitanas Unidas – São Paulo)
  • Andrea R. Bueno Ribeiro (Centro Universitário Faculdades Metropolitanas Unidas – São Paulo)