DESENVOLVIMENTO DE UM MÉTODO PARA ANÁLISE DE PARTÍCULAS DE PRECIPITAÇÃO SECA EM AMBIENTE ATMOSFÉRICO

Thiago Brasileiro Mendonça, Leila Miho Sato, Renata Noemi Ogassawara, Larissa Rodrigues Teixeira, Gabrielly Lacerda Aragão, Gabriel Messias do Santos, Luana Santos de Souza, Cristian Amaral Santos Menezes

Resumo


Este trabalho está relacionado a poluição atmosférica e principalmente o material particulado em suspensão no ar. Um ambiente foi selecionado para o estudo: prédio residencial localizado na zona sul de São Paulo próximo ao aeroporto de Congonhas, selecionado pela sua proximidade a grandes avenidas e principalmente o aeroporto, que influencia diretamente a concentração e a dispersão dos materiais particulados.  
Nosso objetivo foi desenvolver uma metodologia para análise do material particulado em precipitação seca, sendo esta economicamente viável para estudos acadêmicos, a partir disso nossa metodologia baseia-se na contagem de partículas, determinando a geometria e o tamanho das mesmas. A determinação das partículas em precipitação foi obtida através de amostragem feita por cada dois andares do prédio residencial para estudos em laboratório com o uso de softwares apropriados (imageJ e ZEN) para o estudo. A caracterização física envolveu a determinação da geometria e o tamanho das partículas. As técnicas utilizadas para a contagem das partículas baseiam-se na utilização do microscópio óptico e do software para facilitar a contagem.


Palavras-chave


Material Particulado; Metodologia; Partículas; Poluição atmosférica; Precipitação seca.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


OLIVEIRA, Marcio Gledson Lopes. ​Impacto dos aerossóis atmosféricos na formação de nuvens e precipitação sobre a região metropolitana de São Paulo

​ . Tese de Doutorado – Universidade de São Paulo. São Paulo, 2012.

CERUTTI, P. F. Carvão e meio ambiente. Centro de ecologia, UFRGS. Porto Alegre: Ed. Universidade, p. 667-695, 2000.

KAWANO, M.. Desenvolvimento, validação e aplicação de um modelo matemático para dispersão de poluentes atmosféricos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Pós-graduação em Engenharia Ambiental. Universidade Federal de Santa Catarina, 2003. 109p.

GERMAN, R. M. Powder Metallurgy Science, 2°'' ed., Princeton, NJ: MPIF, 1994.

VORMITTAG, E. et al. ​Avaliação do impacto da poluição atmosférica no Estado de São Paulo sob a visão da saúde.

​ São Paulo, 2013.

ALMEIDA, Ivo Torres de. ​A poluição atmosférica por material particulado na mineração a céu aberto

​ . Dissertação de mestrado – Universidade de São Paulo. São Paulo, 1999. JUNIOR, Neyval Costa Reis. ​Poluição do Ar

​ . Espírito Santo: UFES.

PEREIRA, L. et alii.​Association between air pollution and intrauterine mortality in São Paulo, Brazil. ​Environ Health Perspect

​ . 106(6): p. 325–329. 1998 Jun. ​Disponível em:​http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1532988/?page=1​. Acesso em: 29/09/16.

KAWANO, M.. Desenvolvimento, validação e aplicação de um modelo matemático para dispersão de poluentes atmosféricos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Pós-graduação em Engenharia Ambiental. Universidade Federal de Santa Catarina, 2003. 109p.

ELSOM D. Atmospheric pollution: causes, effects, and control policies. New York: Brasil Blackwell Inc.;1989.287p.

DE MELO LISBOA, H. Contribuition à la mise en ouevre et à la validation de modèles de dispersion atmosphèrique applicables aux composés odorants. Tese de doutorado. Université de Pau et des Pays de l’Adour- Ecole des Mines d’Alès, 1996, 196p.

USEPA – United Stated Environmental Protection Agency – USEPA. (2004) Users guide for the AMS/EPA regulatory model – AERMOD. EPA‑454/B‑03‑001. LOMBARDO, Magda. ​A Atmosfera Urbana

​ . São Paulo, 2011.

PARINI, Claudemir J. ​Estudo Comparativo de métodos de determinação do tamanho de partícula.

​ 2003.

BRASIL. Ministério do Trabalho e emprego. ​Norma de higiene ocupacional: procedimiento técnico : coleta de material particulado sólido suspenso no ar de ambientes de trabalho. São Paulo : Fundacentro, 2007.

GANDEMER, J., GUYOT, A. Integración du phénomène vent dans la conception du milieu bati. Paris:Ministère de la Qualité de la Vie,1976.

Conpet - O mundo do diesel e a saúde de seus habitantes Programa EconomizAR – conpet, A Saúde da População e a Poluição Atmosférica.

UFPR, Umidade relativa. <​http://fisica.ufpr.br/grimm/aposmeteo/cap5/cap5-3-3.html​.> Acesso em:01/12/16


Apontamentos



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

____________________________________________________________________________________________________________________________________