A problemática ambiental em relação aos resíduos sólidos, ruídos e odores em feiras livres na cidade de Osasco.

Alexandre Francisco Silva, Ricardo Moreira Calil, Ercilia Maria Borgheresi Calil

Resumo


Este estudo propõe avaliar os aspectos relevantes no que se refere aos resíduos sólidos, ruídos e odores provenientes das feiras livres. Para tanto, a questão central, fundamentou-se numa pesquisa, por meio de um trabalho de campo, realizado em cinco eventos ocorridos na cidade de Osasco. O objetivo foi verificar o volume de resíduos; o nível de ruído gerado na montagem e desmontagem dos equipamentos, a percepção dos usuários com relação aos odores e a importância que estas três perturbações causam no ambiente, usuários, trabalhadores e moradores do entorno onde ocorrem os eventos. Foi verificado, após as observações, que os resíduos gerados têm grande volume e relação direta com odores indesejados percebidos por usuários e moradores. Após medição realizada nas diferentes feiras livres, foi possível constatar que o ruído gerado pela montagem e desmontagem da feira é incompatível com a legislação em vigor e com a tolerância máxima permitida na norma técnica, fato que atinge trabalhadores e moradores.


Palavras-chave


aspectos; feira livre; resíduos sólidos; ruídos; odores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

____________________________________________________________________________________________________________________________________