Desenvolvimento sustentável: do conceito de desenvolvimento aos indicadores de sustentabilidade

Márcia Cristina Gomes Molina

Resumo


O presente artigo aborda, por meio de revisão bibliográfica, o conceito de desenvolvimento com enfoque no desenvolvimento sustentável e sua mensuração por meio de indicadores. O texto apresenta diversas concepções acerca do desenvolvimento, destacando o desenvolvimento sustentável como uma alternativa a urgência de promover o crescimento econômico pautado na preservação ambiental, na promoção da democracia e da inclusão social. Em face, a essa nova contextualização de desenvolvimento foram elaborados indicadores de sustentabilidade que buscam mensurar os resultados auferidos de ações e políticas governamentais. Para esta análise, foram utilizados três indicadores reconhecidos mundialmente representados pelo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Índice de Progresso Genuíno (IPG) e Pegada Ecológica. A argumentação apresentada no texto pretende destacar o papel do desenvolvimento sustentável e dos indicadores de sustentabilidade na construção de uma sociedade socialmente sustentável.


Palavras-chave


Desenvolvimento Sustentável; Indicadores; Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ARANTES, Aldo (organizador). Meio ambiente e Desenvolvimento: em busca de um compromisso. São Paulo: Anita Garibaldi: Fundação Maurício Grabois, 2010.

BARBIERI, José Carlos. Desenvolvimento e meio ambiente: as estratégias de mudanças da agenda 21. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009. 160p.

BEZERRA, Maria do Carmo Lima; BURSZTYN, Marcel (Coordenadores). Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Sustentável: subsídios à elaboração da Agenda 21 brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente; Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis; Consórcio CDS/ UnB/ Abipti, 2000.

DIEGUES, Antônio Carlos S. Desenvolvimento sustentável ou sociedades sustentáveis: da crítica dos modelos aos novos paradigmas. São Paulo em perspectiva, v. 6, n. 1-2, p. 22-29, 1992.

ECO, Umberto. Como se faz uma tese. 23.ed. São Paulo: Perspectiva, 2010.

Entenda a Rio+20. In: Revista Brasil. Disponível em: . Acesso em 11 de dezembro de 2013.

FURTADO, Celso. O mito do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

GPI - Genuine Progress Indicator (IPR). Compêndio de Indicadores de Sustentabilidade de Nações: uma contribuição ao diálogo da Sustentabilidade. Disponível em: . Acesso em 06 de Janeiro de 2014.

GUIMARÃES. Roberto Pereira; FEICHAS, Susana A. Q. Desafios na construção de indicadores de sustentabilidade. Ambiente & Sociedade, v. 7, n.2, p. 307- 323, 2009.

SACHS, Ignacy. Desenvolvimento includente, sustentável, sustentado. Rio de Janeiro: Garamound, 2008.

SEN, Amarthya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

VASCONCELOS, Elizandra Rêgo, et. al. Ideias sobre desenvolvimento sustentável: a educação científica e o enfoque CTS, articulações possíveis. Revista Eletrônica Mestrado em Educação Ambiental. v. 28, 2012. Disponível em: . Acesso em 12 de dezembro de 2013.

VEIGA, José Eli. Desenvolvimento sustentável: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Garamond, 2010.

VEIGA, José Eli. Indicadores de Sustentabilidade. Estudos Avançados. v. 24, n, 68. P. 39-52, 2010.

World Wildlife Fund.- WWF. Pegada Ecológica. Disponível em: . Acesso em 06 de Janeiro de 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexadores: