PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS CLIENTES DE UM RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO, SOBRE A ANÁLISE DO CICLO DE VIDA (ACV) DAS REFEIÇÕES

Marcio Leandro da Silva, Emanuel Campigotto Sandri, Nicole Regina Souza Rovaris, Loreni Teresinha Brandalise

Resumo


O estudo tem como objetivo analisar a percepção ambiental dos estudantes, clientes do Restaurante Universitário, do campus da Unioeste de Cascavel, sobre a utilização produtos ecologicamente corretos na produção das refeições e a sua disposição para o consumo destas. A pesquisa foi realizada sob a abordagem quantitativa, visando mensurar a percepção dos estudantes da Unioeste em relação à ACV, aplicando-se um questionário para 136 universitários, selecionados por conveniência entre o corpo discente do campus de Cascavel. Quanto ao tipo da pesquisa, considera-se como descritiva. Os resultados indicam que os respondentes possuem percepção ecológica. Os pesquisados são caracterizados com potencial possibilidade de tornar-se um consumidor ecológico, que remete à disposição para o consumo de refeições elaborados por produtos ecologicamente corretos e, por fim, demonstram mediana preocupação em relação às etapas da Análise do Ciclo de Vida do produto. A mediana preocupação em relação às etapas da ACV, indica que os responsáveis pelo fornecimento das refeições podem empreender ações informativas, com objetivo de conscientizar os estudantes da importância das práticas sustentáveis adotadas e quais os impactos das respectivas ações em suas vidas e saúde sob a perspectiva alimentar, contribuindo para elevação da percepção e valorização das refeições por eles servidas. 


Palavras-chave


ACV; Sustentabilidade; VAPERCOM; Restaurante Universitário

Referências


ABNT. (2001). ABNT NBR ISO 14040 Gestão ambiental - Avaliação do ciclo de vida - Princípios e estrutura. Associação Brasileira de Normas Técnicas, 1–22.

Afonso, T., Zanon, M. Â. G., Locatelli, R. L., & Afonso, B. P. D. (2016). ConsciênciaAmbiental, Comportamento Pró-Ambiental e Qualidade de Gerenciamento de Resíduos em Serviços de Saúde. Revista de Gestão Ambiental E Sustentabilidade, 5(3), 106–119. https://doi.org/10.5585/geas.v5i3.631

Alves, H. J., & Boog, M. C. F. (2007). Comportamento alimentar em moradia estudantil: um espaço para promoção da saúde. Revista de Saude Publica, 41(2), 197–204. https://doi.org/10.1590/S0034-89102007000200005

Back, L., Hahn, I. S., & Scherer, F. L. (2015). A Consciência Ambiental e as Atitudes de Consumo Sustentável de Estrangeiros. REUNIR: Revista de Administração, Contabilidade E Sustentabilidade, 5, 25–42.

Barbosa Júnior, A. F., Morais, R. M. De, Emerenciano, S. V., Pimenta, H. C. D., & Gouvinhas, R. P. (2008). Conceitos e aplicações de Análise do Ciclo Vida (ACV) no Brasil. Revista Gerenciais, São Paulo, v. 7, N. 1, P. 39-44, 2008., 39–44.

BOOF, L. Sustentabilidade: O que é - O que não é. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

Brandalise, L. T. (2008) A percepção do consumidor na análise do ciclo de vida do produto: um modelo de apoio à gestão empresarial. Cascavel, PR: Edunioeste.

Brandalise, L. T., & Bertolini, G. R. F. (2015). Matriz de Classificação de Produtos Ecologicamente Corretos com Base na Análise do Ciclo de Vida do Produto. Revista Competitividade E Sustentabilidade, 1(1), 01–16. https://doi.org/doi.org/10.5935/2359-5876.20140001

Brandalise, L. T., Bertolini, G. R. F., Rojo, C. A., Lezana, Á. G. R., & Possamai, O. (2009). A percepção e o comportamento ambiental dos universitários em relação ao grau de educação ambiental. Gestão & Produção, 16(2), 273–285. https://doi.org/10.1590/S0104-530X2009000200010

Cooper, R. (2002). The design experience: The role of design and designers in the 21 century. Cornwall: Ashgate Publishing.

Elkington, J. (1999). Canibais com garfo e faca. São Paulo: Makroon Books.

Frederico, E., Silva, F. Q., & Freire, O. B. D. L. (2013). Conquistando a confiança do consumidor: minimizando o gap entre consciência ambiental e consumo ambiental. Revista de Gestão Ambiental E Sustentabilidade, 2(2), 50–70. https://doi.org/10.5585/geas.v2i2.67

Gorni, P. M., Gomes, G., Wojahn, R. M., & Padilha, C. K. (2016). Consciência ambiental e sua influência sobre o comportamento de compra com vistas a preocupação ambiental environmental. Contextus Revista Contemporânea de Economia E Gestão, 14, 7–31.

Heap, B., & Kent, J. (2000). Towards sustainable consumption: an European perspective. London: The Royal Society.

Levy PS; Lemeshow S. (1980). Sampling for health professionals. Belmont: LLP.

Malhotra, N. K. (2012). Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. Bookman Editora.

Martins, H. A., Nunes, J., Martins, N., & Caldas, N. (2016). Pesquisa de satisfação de usuário – Restaurante. Seção de Alimentação E Nutrição (PROPAE). Retrieved from http://www.unilab.edu.br/wp-content/uploads/2016/04/relatório-pesquisa-de-satisfação-de-usuário_2015.pdf

Moreira, F. D. J., Pafiadache, C., Loose, L. H., Piaia, R., Scher, V. T., Peripolli, A., & Palm, B. (2016). Satisfação Dos Usuários Do Restaurante Universitário Da Universidade Federal De Santa Maria: Uma Análise Descritiva. Revista Sociais E Humanas, 28(2), 83–108. https://doi.org/10.5902/2317175814891

Nunes, R. (2012). Gastronomia sustentável. Interação - Revista Científica Da Faculdade Das Américas, 1, 43–59.

Santos, J. G., Carneiro, V. C. V., & Ramalho, Â. M. C. (2015). Sustentabilidade e produção mais limpa: um estudo sobre as implicações na vantagem competitiva empresarial. Revista Metropolitana de Sustentabilidade, 5(2), 34.

Santos, M. R., Souza, M. T. S., & Teixeira, C. E. (2013). Avaliação do ciclo de vida (acv): análise da produção acadêmica em eventos brasileiros qualis administração no período 2000- 2010. Reuna, Belo Horizonte - MG, 18(i), 75–90. Retrieved from http://revistas.una.br/index.php/reuna/article/view/71

Schlegelmilch, B. B., Bohlen, G. M., & Diamantopoulos, A. (1996). The link between green purchasing decisions and measures of environmental consciousness. European Journal Marketing, 30(5), 35-55.

Seramim, R. J., & Brandalise, L. T. (2016). A percepção ambiental do consumidor considerando a ACV e um produto da indústria de erva-mate. RGSA - Revista de Gestão Social E Ambiental, 10, 19–36. https://doi.org/DOI: http://dx.doi.org/10.5773/rgsa.v10i2.1127

Severo, E. A., & de Guimarães, J. C. F. (2017). Trajetórias e perspectivas da sustentabilidade e práticas ambientais: uma pesquisa bibliométrica. Revista Metropolitana de Sustentabilidade (ISSN 2318-3233), 7(2), 93-114.

Silva, D. B. (2012). Sustentabilidade no Agronegócio : dimensões econômica , social e ambiental. Comunicação & Mercado/UNIGRAN, 1, 23–34.

Silva, M. E. (2013). Estimulando o consumo sustentável por meio do comportamento socioambiental empresarial: um estudo no Walmart Brasil. Revista Metropolitana de Sustentabilidade (ISSN 2318-3233), 3(1), 24-45.

Silva, E., Bertolini, G. R. F., & Brandalise, L. T. (2016). O consumo ecológico dos universitários: uma análise de clusters. Revista da FAE, 16(1), 78-89.

Silva, F. Q., Lima, D. de O., & Freire, O. (2015). A influência da consciência ambiental e das atitudes em relação ao consumo sustentável na intenção de compra da carne bovina. Rev. Adm. UFSM, Santa Maria, 3, 463–481. https://doi.org/10.5902/1983465911110900

Silva, Í. P., Veloso, M. N., Barroso, J. A., Pinto, L. A., & Torres, E. F. (2016). Consciência Ambiental Versus as Práticas de Comportamento Pró-Ambiental de Acadêmicos de Graduação. Revista Gestão Org, 14(1), 59–74. Retrieved from http://www.revista.ufpe.br/gestaoorg

Silva, V. H., Martins, E. S., & Otto, I. M. (2017). Mensuração da consciência ambiental dos consumidores: proposta e validação de escala. Rev. Adm. UFSM, Santa Maria, 10, 63–78. https://doi.org/DOI: 10.5902/19834659 25201

RPC - Cascavel (2017, abril 18). Campus da Unioeste em Cascavel passa a contar com restaurante universitário. Oeste e Sudoeste RPC. Retrieved from https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/campus-da-unioeste-em-cascavel-passa-a-contar-com-restaurante-universitario.ghtml


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Metropolitana de Sustentabilidade - ISSN  2318-3233


 

 Impact Factor 1,362 - year 2015

  

 Quality Factor 2,000 - year 2015