Competitividade no agronegócio: uma análise do estado da arte da produção científica veiculada internacionalmente

Luisa Rhoden Rech, Paula da Silva Santos, Ana Flávia Siqueira Abrahão, Márcia Mariados Santos Bortolocci Espejo, Erlaine Binotto, Guilherme Cunha Malafaia

Resumo


O agronegócio é responsável por 21% do PIB brasileiro e aproximadamente 22% do PIB mundial. Portanto, as discussões sobre competitividade no agronegócio interessam à pesquisadores de todo o mundo, pois se trata de um tema relacionado ao mercado global. Com vistas à relevância da discussão, o objetivo desta pesquisa é oferecer, a pesquisadores e empreendedores do agronegócio, uma análise das publicações científicas nas bases de dados internacionais sobre competitividade no agronegócio. Trata-se de um estudo bibliométrico, que analisou 88 artigos publicados entre 2007 a 2017. Por meio das análises verificou-se uma grande participação de autores brasileiros, 135 do total de 258, correspondendo a 52%. Nota-se que este tema abrange pesquisadores de diversas instituições no mundo, parte dos artigos foram publicados em revistas classificadas nos estratos superiores da Plataforma Sucupira, os objetos mais estudados foram agronegócio e gado, com abordagens qualitativas na maior parte dos casos e as palavras-chave mais recorrentes foram food, management e agricultural, além daquelas utilizadas nas buscas: agribusiness e competitiveness. Também foram analisadas variáveis como publicações por ano, qualidade das revistas, metodologias, autoria e coautorias, entre outros. Isto posto, os resultados encontrados neste estudo apresentaram características diversas com relação a metodologia e objetos pesquisados, a temática demostrou um grande potencial para pesquisas futuras devido ao interesse identificado em diversas partes do mundo a respeito da temática competitividade no agronegócio.

Palavras-chave


Bibliometria. Internacional. Publicações

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNE - ABIEC. Perfil da Pecuária no Brasil: relatório anual, 2016.

AKIMOVA, Y. A.; KOCHETKOVA, S. A.; KOVALENKO, E. G; ZININA, L. I. et al. Public-Private Partnership in Agribusiness. International Review of Management and Marketing, v. 6, n. 4, 2016.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT. Informação e documentação – Resumo – Apresentação. NBR6028: resumos. Rio de Janeiro, 2003. Disponível em: . Acesso em: jun.2017.

BALBINO, V. A.; LIMA, E. M. The strategic cost management in small rural agricultural family industries: a case study in a cassava agribusiness in Caarapó/MS. CUSTOS E AGRONEGOCIO ON LINE, v. 11, n. 4, p. 203-233, 2015.

BATALHA, M.O.; SILVA, A.L. Gerenciamento de sistemas agroindustriais. In: BATALHA, M.O. (Ed.) Gestão agroindustrial. 3.ed. São Paulo: Atlas, 2007. p.1-64.

BEINTEMA, N. M.; STADS. G. J., 2011. African agricultural R&D in the New Millennium; progress for some, challenges for many; Food policy report of IFPRI (Washington DC) and ASTI (Rome, Italy); 44p.

CÉSAR, A. S.; BATALHA, M. O. Analysis of the competitiveness drivers on the biodiesel productive chain: the case of castor bean. Production, v. 21, n. 3, p. 484-497, 2011.

ENSSLIN, L. LACERDA, R.; TASCA, J. E. ProKnow-C, Knowledge Development Process–Constructivist: processo técnico com patente de registro pendente junto ao INPI. Brasil:[sn], 2010.

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF UNITED NATIONS – FAO. The state of food and agriculture: climate change, agriculture and food security. 196 p.. Disponível em http://www.fao.org/publications/sofa/2016/en/ acessado em 26 jun. 2017.

FARINA, E. M. M. Q., ZYLBERSZTAJN, D. (Coord.) Competitividade no Agribusiness Brasileiro – Estudo elaborado para o IPEA, vol. 1. São Paulo: PENSA/FIA/FEA/USP, 1998, 73 p. Disponível em: http://www.fea.usp.br/Fia/pensa. Acesso em 24 mai. 2001.

FIGUEIREDO, P. N. New challenges for public research organisations in agricultural innovation in developing economies: Evidence from Embrapa in Brazil’s soybean industry. The Quarterly Review of Economics and Finance. 2016.

MARGHERITA, A.; SECUNDO, G.; TAURINO, C. New challenges for agribusiness management. Designing a curriculum for competencies building. International Journal of Continuing Engineering Education and Life Long Learning, v. 19, n. 1, p. 19-33, 2009.

MARTHA, G. B. J. Pesquisa, desenvolvimento e inovação na agropecuária. Revista de Política Agrícola, v. 24, n. 2, p. 117-119, 2015.

PORTER, M. E. A vantagem competitiva das nações. Rio de Janeiro: Campus, 1993.

PRESTER, J.; BOZAC, M.G. Are innovative organizational concepts enough for fostering innovation? International Journal of Innovation Management. 16(01), 120005, 2012

SAAB, M. S. B. L.; NEVES, M. F.; CLÁUDIO, L. D. G.. O desafio da coordenação e seus impactos sobre a competitividade de cadeias e sistemas agroindustriais. Revista Brasileira de Zootecnia, p. 412-422, 2009.

SARTURI, G. VARGAS, C. A. F.; BOAVENTURA, J. M. G., SANTOS, S. A. Competitiveness of clusters: A comparative analysis between wine industries in Chile and Brazil. International Journal of Emerging Markets, v. 11, n. 2, p. 190-213, 2016.

SOUZA, F. M.; FERREIRA FILHO, H. R.; BELTRÃO, N. E. S.; RIBEIRO, H. M. C.; DA SILVA, R. C.; FERREIRA, A. O. Agronegocio brasileiro: constructos que delineiam as competências dos pecuaristas estabelecidos na região sudeste do Estado do Pará, Brasil. Revista Espacios, v. 36, 2015.

VIDALES, K. B. V.; ORTIZ, D. A. A.. Responsabilidad social de las empresas agrícolas y agroindustriales aguacateras de Uruapan, Michoacán, y sus implicaciones en la competitividad. Contaduría y administración, v. 59, n. 4, p. 223-251, 2014.

VIEIRA FILHO, J.E.R. Trajetória tecnológica e aprendizado no setor agropecuário. In: GASQUES, José Garcia et al (Org). Agricultura Brasileira: Desempenho, desafios e perspectivas. Brasília: Ipea, 2010. P.67-96. Disponível em: . Acesso em: jul. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Metropolitana de Sustentabilidade - ISSN  2318-3233


 

 Impact Factor 1,362 - year 2015

  

 Quality Factor 2,000 - year 2015