Logística reversa de embalagens como estratégia sustentável para redução de custos: um estudo em uma engarrafadora de bebidas / Reverse logistics of packaging as a sustainable strategy for cost reduction: a study in a bottler beverages.

Laryssa Guedes de Oliveira, Maria Luciana de Almeida

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a possibilidade de redução de custos de produção com a implantação de um programa de logística reversa de embalagens. Para tanto foi realizada uma revisão da literatura enfocando logística reversa, sustentabilidade, embalagens e reciclagem de vidro. A pesquisa foi desenvolvida por meio de um estudo de caso descritivo, realizado a partir de um levantamento e uma entrevista semiestruturada. O estudo foi desenvolvido em uma Engarrafadora de bebidas, a Engarrafamento Coroa, empresa que adota no seu sistema de envaze a utilização de garrafas adquiridas junto a cooperativas de reciclagem. Os resultados indicam que por meio da logística reversa é possível reduzir custos e o impacto ambiental relacionado à poluição e desperdício de materiais, além de proporcionar geração de renda.


Palavras-chave


Logística Reversa; Sustentabilidade; Redução de Custos

Texto completo:

PDF

Referências


Associação Brasileira da Indústria de Vidro. (2010). Reciclagem. Recuperado em 20 março, 2011 de http://www.abividro.org.br/index.php/25

Associação Brasileira de Embalagem. Apresentação do setor. Recuperado em 2 de dezembro, 2010, de http://www.abre.org.br/apres_setor_historico.php

Alves-Mazzotti, A. J. (2006, set./dez.). Usos e Abusos dos Estudos de Caso. Cadernos de Pesquisa, 36(129), 637-651.

Arnold, J. R. T. (2008). Administração de materiais: uma introdução. São Paulo: Atlas.

Azevedo, A. L. (2010). Indicadores de sustentabilidade empresarial no Brasil: uma avaliação do relatório do CEBDS. Recuperado em 20 novembro, 2010 de http://www.redibec.org/IVO/rev5_06.pdf

Ballou, R. H. (1995). Logística Empresarial. São Paulo: Atlas.

Bowersox, D. J., & Closs, D. J. (2010). Logística empresarial: o processo de integração da cadeia de suprimento. São Paulo: Atlas.

Braga Júnior, S. S., & Rizzo, M. R. (2011). Sustentabilidade através do aproveitamento de resíduos: um estudo dos processos implantados por um supermercado de médio porte. Recuperado em 18 março, 2011, de http://www.varejosustentavel.com.br/artigo.php%3Fid%3D36+Sustentabilidade+

atrav%C3%A9s+do+aproveitamento+de+res%C3%ADduos:+um+estudo+dos+processos+implantados+por+um+supermercado+de+m%C3%A9dio+porte.&cd=2&hl=ptBR&ct=clnk&gl=br&source=www.google.com.br

Chaves, G. L. D., & Batalha, M. O. (2006). Os consumidores valorizam a coleta de embalagens recicláveis? Um estudo de caso da logística reversa em uma rede de hipermercados. Revista Gestão e Produção. 13(3), 57-98.

Chaves, G. L. D., & Alcântara, R. L. C. (2010). Logística reversa: uma análise de sua evolução por meio da revisão de literatura. Recuperado em 25 outubro, 2010, de http://www.sargas.com.br

Compromisso Empresarial para Reciclagem (CEMPRE). (2011). Fichas técnicas / Vidro. Recuperado em 20 março, 2011, de http://www.cempre.org.br/ft_vidros.php

Claro, P. B. O., Claro, D. P., & Amâncio, R. (2008). Entendendo o conceito de sustentabilidade nas organizações. Revista de Administração da Universidade de São Paulo. São Paulo, 43(4), 289-300.

Brundtland, G. H. (1998). Nosso Futuro Comum. Rio de Janeiro: FGV.

Costa, L. G., & Valle, R. (2006). Logística reversa: importância, fatores para a aplicação e contexto brasileiro. Anais do Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, Resende, RJ, Brasil, 03. Recuperado em 7 de março, 2011, de http://www.aedb.br/seget/.../616_logistica_reversa_seget_06.pdf

Council of Suply Chain Managment Professionals. (2010). Supply chain and logistics terms and glossary. Recuperado em 24 outubro, 2010, de http://www.cscmp.org/digital/glossary/glossary.asp

Dias, M. A. P. (2008). Administração de materiais: uma abordagem logística (4. ed.). São Paulo: Atlas.

Donato, V. (2008). Logística verde: uma abordagem socioambiental. Rio de Janeiro: Moderna.

Dowbor, L. (2009). Inovação social e sustentabilidade. In Guevara, A. J. H., Rossini, A. M., Silva, J. U., & Rodrigues, M. C. (Org.). Consciência e Desenvolvimento Sustentável nas Organizações. Rio de Janeiro: Campus.

Estival, K. G. S., & Távora Júnior, J. L. (2004). Análise do canal de distribuição reverso de pós-consumo da embalagem de vidro no Brasil. Anais do Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Florianópolis, SC, Brasil, 24. Recuperado em 23 março, 2011, de http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP2004_Enegep1004_0795.pdf

IBRE / FGV. Pesquisas. Recuperado em 2 dezembro, 2010, de

Lacerda, L. (2011). Logística reversa: uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais. Recuperado em 7 março de 2011, de http://www.sargas.com.br/site/index.php?option=com_content&task=view&id=78&Itemid=29.

Leite, P. R. (2009). Logística reversa: meio ambiente e competitividade. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Merriam, S. B. (1998). Qualitative research and case study applications in education. San Francisco: Joey-Bass.

Novaes, F. (2009). A logística reversa de caixas de papelão e seu impacto ambiental. Revista Gestão & Saúde. Curitiba, 1(1), 24-35.

Patton, M. Q. (2002). Strategic themes in qualitative inquiry. In Patton, M. Q. Qualitative research and evaluation methods (3. ed.). Thousands Oaks: SagePublications, p. 37-73.

Rodrigues, D. F., Rodrigues, G. G., Leal, J. E., & Pizzolato, N. D. (2002). Logística reversa – conceitos e componentes do sistema. Anais do Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Curitiba, PR, Brasil, 22. Recuperado em 25 outubro, 2010, de http://www.abepro.org.br

Shibao. F. Y., Moori, R. G., & Santos, M. R. (2010). A logística reversa e a sustentabilidade ambiental. Anais do Seminário em Administração, São Paulo, SP, Brasil, 13. Recuperado em 26 outubro, 2010, de http://www.ead.fea.usp.br

Silva, E. L., & Menezes, E. M. (2001). Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação (3. ed.). Revista atualidade Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, 2001.

Silva, J. U., & Rodrigues, M. C.(2009). Responsabilidade socioambiental como diferencial competitivo nas organizações do século XXI. In Guevara, A. J. H., Rossini, A. M., Silva, J. U. & Rodrigues, M. C. (Org.). Consciência e Desenvolvimento Sustentável nas Organizações. Rio de Janeiro: Campus.

Silva, O. R. (2009). Empresários ausentes, cidadãos presentes: um ensaio sobre a ética ambiental no mundo corporativo. In Guevara, A. J. H., Rossini, A. M., Silva, J. U., & Rodrigues, M. C. ( Org.). Consciência e Desenvolvimento Sustentável nas Organizações. Rio de Janeiro: Campus.

Stake, R. E. (2005). Qualitative Case Studies. In Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (Org.) Handbook of qualitative research (3. ed.). London: Sage, 443-466.

Strauss, A., & Corbin, J. (2008). Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de teoria fundamentada (2. ed.). Porto Alegre: Artmed.

Ventura, M. M. (2007, se./out.). O Estudo de Caso como Modalidade de Pesquisa Pedagogia Médica. Revista da SOCERJ. 20(5), 383-386.

Vergara, S. C.(2007). Projetos e relatórios de pesquisa em administração (9. ed.). São Paulo: Atlas.

Yin, R. K. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos (4. ed.). Porto Alegre: Bookman.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Metropolitana de Sustentabilidade - ISSN  2318-3233


 

 Impact Factor 1,362 - year 2015

  

 Quality Factor 2,000 - year 2015