A prática de sustentabilidade: um estudo bibliométrico com relação à percepção dos pesquisadores da área de administração

Ana Paula Alf Lima Ferreira, Daiane Taise Faoro, Theila Maccangnan Vincensi, Tais Villani

Resumo


Os conceitos sobre sustentabilidade estão cada vez mais presente no ambiente que nos cerca, sendo foco discussões em varias áreas da sociedade, em especial no meio acadêmico, empresarial e no setor público. No entanto percebe-se pontuadas diferenças sobre os conceitos disseminados até hoje, os administradores, principais condutores de atitudes sustentáveis, por exemplo, sofrem significativas divergências em suas percepções sobre o tema, principalmente no que diz respeito a sua finalidade. Neste sentido,  o presente estudo, foi desenvolvido, adotando-se o método desk research, para aferir o que pensam os administradores sobre o tema sustentabilidade, analisando os artigos publicados no ANPAD, (Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração) relacionados ao tema dos anos de 2008 a 2012, em um total de 83 artigos publicados durante o período, sendo que para analises dos artigos selecionados, os mesmos foram organizados em grupos, os quais cada um ficou responsável pela analise de um ano, e posteriormente foi realizado um grande grupo de discussão para análise como um todo das publicações. Por fim, este estudo possibilitou o entendimento das percepções dos administradores sobre o tema a forma como esta vem sendo trabalhando a partir da aplicabilidade de suas conceituações junto às práticas organizacionais.


Palavras-chave


Sustentabilidade; Administradores; Conceito.

Texto completo:

PDF

Referências


ANPAD - Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração. (2013).

Anais de 2008 a 2012. Recuperado em 16 abril, 2015, de http: www.anpad.org.br.

Banks, M. G. (2008). An Extension of the Hirsch index: indexing scientific topics and compounds. Recuperado em 07 julho, 2015 de www.arxiv.org/abs/physics/0604216.

Cervo, A. L., & Bervian, P. A. (1983). Metodologia científica: para uso dos estudantes universitários. São Paulo: McGraw-Hill.

Chevarria, D. G. et al. (2012). A Inclusão da Sustentabilidade na Agenda Energética Brasileira. Encontro de Administração Pública e Governo. Salvador/BA.

Madruga, L. R. R. G., & Silva, T. N. (2008). A localização das publicações e a identificação de tópicos quentes em sustentabilidade: uma primeira aproximação usando o Web of Science. Anais do SIMPEP, 2008, São Paulo, SP, Brasil, 14.

Maia, S. G. S. et al. (2012) Análise do Retorno Anormal das Empresas Winnerse LosersParticipantes ou Não do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE): Um estudo empírico na BM&FBOVESPA. Anais do Encontro da Associação Nacional de Programas de Pós-graduação em Administração. Rio Janeiro, RJ, Brasil, 36.

MENEGHETTI, F. K. Et al. (2012). Por uma Crítica ao Conceito de Sustentabilidade nos Estudos Organizacionais. Anais do Encontro da Associação Nacional de Programas de Pós-graduação em Administração. Curitiba, PR, Brasil, 7.

MINAYO, M. C. S. (1992). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo, Hucitec-Abrasco.

Ribeiro, H. C. M., & Souza, M. T. S. (2013). Sustentabilidade Ambiental: uma Meta-análise da Produção Brasileira em Periódicos de Administração. Revista Administração Contemporânea, 17(3), 368-396.

Velter, A. N., Battistella, L. F., Grohmann, M. Z., & CARPES, A. M. (2010). Estudo da Sustentabilidade na Administração: Um Levantamento dos “hot topics” Publicados na última década. Anais da Semana da Administração, São Paulo, SP, Brasil, 13.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Metropolitana de Sustentabilidade - ISSN  2318-3233


 

 Impact Factor 1,362 - year 2015

  

 Quality Factor 2,000 - year 2015